+55 47 3322-7796

setcesc@setcesc.com.br

Notícia

CNT e SEST SENAT assinam acordo de cooperação com Ministério da Justiça para execução de política nacional de segurança no transporte

13/11/2020

O setor de transporte brasileiro, além das já conhecidas deficiências na infraestrutura, também convive com a falta de segurança, responsável por prejuízos bilionários, colocando em risco a vida de trabalhadores e deixando a população desassistida de um serviço tão essencial. Somente no transporte rodoviário, o roubo de cargas trouxe, em 2019, perdas de R$ 1,4 bilhão para as empresas. Além disso, deve ser levada em consideração a perda de arrecadação aos cofres públicos, decorrente do não recolhimento de tributos das mercadorias roubadas.


Transportadores têm investido cada vez mais em sistemas de segurança, mas é fundamental uma ação integrada com o poder público para coibir as ações criminosas.


Por isso, a CNT (Confederação Nacional do Transporte) e o SEST SENAT (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) assinaram, nesta quinta-feira, um acordo de cooperação técnica com o Ministério da Justiça para a execução de uma política nacional de segurança pública que contribua para o enfrentamento das graves manifestações do crime organizado e da criminalidade violenta que incidem sobre a atividade do transporte de cargas e de passageiros no país.


O acordo prevê uma série de ações. Entre as principais estão:


– Realização de atividades conjuntas de educação e capacitação dos empregados do setor de transporte e logística e dos agentes públicos voltada à prevenção, fiscalização e repressão ao roubo de veículos e cargas;

– Desenvolvimento do Programa de Operações Integradas de Combate ao Roubo de Cargas (Proint), instituído pelo decreto nº 8.614/2015;

– Apoio às iniciativas para implantação da rastreabilidade de cargas para subsidiar a atividade policial;

– Realização de eventos técnicos e campanhas para debater produtos e soluções inovadoras para o enfrentamento de roubo de cargas e a criminalidade violenta.